Ugt - Rio Grande do Sul
União Geral dos Trabalhadores
Rio Grande do Sul

Notícias


SECEFERGS reafirma à OIT denúncias contra Romildo Bolzan Júnior
SECEFERGS reafirma à OIT denúncias contra Romildo Bolzan Júnior
Publicado dia 13/04/2017

Em correspondência direcionada ao Diretor Geral da Organização Internacional do Trabalho (OIT), datada em 13 de abril de 2017, o Sindicato dos Empregados em Clubes e Federações Esportivas (SECEFERGS) relacionou os fatos que motivaram a entidade a denunciar o presidente do Grêmio Foot Ball Porto-Alegrense, Romildo Bolzan Júnior, àquela instituição, sediada em Genebra, na Suíça.

Entre os temas relatados, a demissão arbitrária de Arci da Silva Caetano, funcionário do clube e dirigente sindical, despedido ao arrepio dos preceitos legais previstos na Constituição brasileira e admitidos pelos organismos internacionais, que serviram de base para que o sindicalista fosse reintegrado ao trabalho pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 4ª Região.

Caso semelhante ao de Silvio Vargas de Oliveira, de Tânia Marilda Ferreira de Freitas e de Virlei Reis Gonçalves, também diretor da Federação de Clubes Esportivos (FETECFERGS), igualmente dispensados de forma arbitrária e reintegrados por decisão provisória do Juízo singular.

UM ERRO PARA JUSTIFICAR O OUTRO

O inconformismo do dirigente gremista diante da determinação dos diretores da entidade sindical em denunciar a prática anti-sindical e o desrespeito à legislação trabalhista é a causa de ação movida contra o presidente do SECEFERGS, Miguel Salaberry Filho, que lidera a resistência dos empregados.

Bolzan persegue os sindicalistas porque eles não admitem a recusa do Grêmio em reajustar salários corretamente, negar a opção de férias por dois períodos, como autoriza Lei, e que obriga os trabalhadores ao período de 30 corridos de férias, dentre uma série de irregularidades cometidas com o consentimento do dirigente tricolor.

Escudado em um clube de renome nacional e internacional, o presidente do Grêmio ignora o valor os funcionários, que dão suporte ao clube em mais de século de história, que foi construída a partir do apoio dos torcedores – o maior patrimônio do clube.

 

Renato Ilha, jornalista (MTb 10.300)

Voltar